Monthly Archives março 2013

NCAA: cai recorde de Cielo

Ele já pode ser considerado como meio americano, afinal está quase um terço dos seus 20 anos nos EUA. Mas o russo Vlad Morozov, bronze olímpico no ano passado no revezamento 4x100m livre, é mais um dos inúmeros estrangeiros a fazer sucesso no campeonato universitário americano, uma das poucas competições (muito) bacanas que não tive o prazer de participar.

2013 mens ncaa sd 0193470x263

Morozov nada para deixar o recorde de Cielo e dois brasileiros para trás.

Morozov abaixou 16 centésimos dos 40.92 que Cesar Cielo fez 5 anos atrás, nos 100 jardas livre. E ainda derrotou os dois brasileiros medalhistas no NCAA deste ano: Marcelo Chierighini e João de Lucca. Os dois não devem ter ficado tristes com as grandes performances realizadas em Indianápolis.

Outro destaque no último dia foi Kevin Cordes, destruindo o recorde dos 200j peito, naquela que o técnico de Phelps reiterou ser a melhor prova em jardas da história. Antes Cordes já tinha estabelecido nova marca nos 100 jardas também. Apesar desta supremacia, ele acabou em 3o. nas eliminatórias para Londres, ficando fora das Olimpíadas. Mais um nome para Rio-2016?

Arizona's Kevin Cordes

Cordes: o C é de Cats (Arizona Wildcats), não do nome dele.

 

 

Leia o texto completo

Raias do mundo: recorde europeu para dinamarquesa, ouro para de Lucca no NCAA!

rikke

Pedersen deve atingir o auge da carreira no Rio-2016. Será que vem ouro?

A dinamarquesa Rikke Moeller Pedersen ficou próximo do bronze olímpico em Londres nos 200m peito. Com o recorde continental (2:20.53) ela chega a Barcelona como uma das favoritas ao título mundial.

Já o cubano Hanser Garcia nadou para a 6a. marca dos 100m livre no ano (48.89) e almeja o pódium em Barcelona. Ele vai disputar, entre outros, com o jovem italiano Giuseppe Guttuso, 17 (48.66).

Enquanto isso, o tunisiano Oussama Mellouli vai tentar na capital catalã a mesma façanha das vitórias olímpicas nos 1500m livre e na maratona aquática.

Ainda temos o NCAA masculino correndo, com medalhas para o brasileiro Marcelo Chierighini e o ouro de João de Lucca nos 200m livre! Acima, algumas fotos do triunfo do brazuca. Parabéns aos dois e também ao técnico Arthur Albiero.

Leia o texto completo

O triste fim do Julio de Lamare

A FIFA não deixa dúvidas quem é dona suprema da maior campeonato esportivo do mundo: a Copa do Mundo É DELA.

Vou deixar de lado outras polêmicas como meia entrada, isenção de impostos, estatuto do torcedor, estádios onde o futebol é inexpressivo, pacotes de hotéis, índios desalojados, etc., para ficar apenas nas duas piscinas olímpicas que foram/serão afetadas.

piscina_fundac1

O projeto baiano vai ser próximo da Nova Fonte Nova.

A primeira foi a da Fonte Nova, em Salvador. Com a promessa de uma novinha para a comunidade aquática, a única (segunda uma reportagem e outra fonte local) oficial da capital baiana acabou sendo “implodida”, tal como o antigo estádio condenado. Infelizmente os prazos não foram respeitados e até hoje, 3 anos e meio depois, as obras não foram finalizadas. Ao menos a pressão vai fazer com que, provavelmente, o novo complexo fique pronto. Já o Parque Aquático Julio de Lamare

Ao contrário da baiana, onde estive apenas umas duas vezes, foram milhares de metros na piscina do complexo do Maracanã. Foi, certamente, a que teve mais campeonatos importantes no Brasil. Por isso, é realmente triste a sua demolição. É como parte da história dos esportes aquáticos se fosse. Não vai bastar fotos, vídeos e lembranças.

Nostalgia à parte, os que defendem dizem: “Já era previsto“, “A FIFA exigiu, o Brasil aceitou“, “Os novos equipamentos serão mais modernos” e até “Só o Rio que tem que ter piscinas assim?“. Concordo com algumas delas, mas não deixa de ser contraditório em certo ponto pensar em legado olímpico apenas após os Jogos Olímpicos.

Entrevista-CBDA-Coaracy-Alvaro-RosaLANCEPress_LANIMA20130326_0235_26

Coaracy aponta que os 5 dias (que incluem este feriado) são insuficientes para mudar a CBDA.

Coaracy Nunes Filho diz ter sido surpreendido com o prazo de apenas 5 dias para mudar a CBDA, que funciona no de Lamare, e está indignado com a destruição de um equipamento que foi reformado para o Pan e até mais recentemente.

Desconheço quais foram as tratativas, o planejamento da época, para tirar da cidade olímpica o Célio de Barros e o Julio de Lamare. O risco é sempre a demora para a substituição e o risco, sempre real, de nem ser efetivado.

Não, isso NÃO É PROBLEMA DA FIFA. Afinal, ela é dona do evento (algo temporário) e não vai estar preocupada com o que acontece antes (desde que as obras necessárias para o evento estejam prontas) nem depois. Ou deveria?

 

Leia o texto completo

O Doping em pauta

Aqueles que me conhecem/seguem já perceberam que tenho um pequeno fascínio pelo tema doping. Considerando o fato que os próximos Jogos Olímpicos serão aqui, fico ainda mais preocupado. Por isso temos que valorizar as últimas iniciativas:

ladetec_-_predio_da_direita_bloco_c_3.jpg

Obras iniciadas Previsão de 7 mil exames nos Jogos de 2016.

 

  1. A CBDA publicou esta semana sua nova versão do manual com informações atualizadas sobre doping. Pode ser encontrado aqui;
  2. A WADA alertou sobre uma substância que está sendo vendida pela Internet, ou seja, agiu preventivamente;
  3. O novo prédio do Ladetec, único laboratório credenciado para exames no Brasil, teve início.

Vamos torcer para que toda semana tenhamos notícias como esta.

Leia o texto completo

Park estaciona sua carreira

¹ÚÅÂȯ ¹Ì¼Ò

Park: 4 medalhas olímpicas, 2 faculdades e um militar.

Park Tae Hwan, herói olímpico coreano, não vai tentar o bi nos 400m livre no Mundial deste ano, em Barcelona.

Os boatos, devido à sua aparição em um programa de culinária (Ana Maria Braga coreana?) e a perda de um patrocínio recente, é que estaria desmotivado pelo pouco incentivo financeiro. Será que a crise chegou nos Tigres Asiáticos também?

A outra versão é de que vai dar um tempo para poder estudar em tempo integral, ao menos neste ano. Rio 2016 ainda não foi descartado.

Independente do que seja, provavelmente uma junção das duas, seria difícil imaginar um nadador com 4 medalhas no Brasil, incluindo uma de ouro, passando este tipo de situação? Digo, vou dar um tempo para acabar minhas faculdades de Educação Física e Psicologia? Sinceramente, acho que esta é a situação mais inusitada, e não a falta de apoio.

Segue uma das inúmeras campanhas publicitárias que o Marine Boy fez nos últimos anos. Será que, tal qual alguns de nossos atletas, torrou toda sua grana achando que ia ficar assim para sempre?

 

Leia o texto completo

Smells Like Kurt Kobain

Leia o texto completo

Belle And Sebastian

Doido demais o vídeo. Olha a letra então.

 

 

Leia o texto completo

Trabalhando ao som de Get Up!

Recomendo!

Leia o texto completo

Correção: Fratus é exceção

Recebi uma mensagem de Bruno Fratus que quebrou a banca.

O rápido 4o. lugar em Londres nos 50m livre, também foi rápido ao informar-me que ele não havia participado de campeonato sul-americano juvenil. Pois bem, as rápidas mudanças na natação mundial proporcionaram este novo cenário.

bruno-fratus-desce-do-onibus-em-san-luis-de-potosi-para-aclimatacao-para-pan-2011-05102011-1317857896287_1920x1080

Fratus: Londres sem escala juvenil. (sei que a foto é antes do Pan)

Na verdade, acabei até lembrando de outro que talvez não tenha participado, devido a sua migração para os States muito cedo: Ricardo Prado. Caso os leitores com memória e arquivos melhores que os meus possam confirmar, agradeço.

 

Leia o texto completo

Atualizado: a coisa tá russa: três suspensões

Fui acreditar nas agências de notícia… Mas vendo um tweet da SwimNews (aqui com o renomado Craig Lord, agora não tem erro), percebi que o número correto eram 3 russas nos últimos dias. Yekaterina Andreyeva, prata nas primeiras Olimpíadas da Juventude, também testou positivo pelo mesmo estimulante. Deve ser apenas uma incrível coincidência…

Além delas, Dariya Ustinova, 14 aninhos, recebeu uma advertência. A agência corre atrás dos responsáveis pelo programa.

A Rusada (assim que se chama a agência antidopagem da Rússia) anunciou nesta semana duas suspensões: Ksenia Moskvina e, hoje, Natalia Lovtsova.

A primeira é recordista européia dos 100m costas, enquanto a segunda participou do revezamento 4x100m livre em Londres.

2013-03-14T184755Z_1_CBRE92D1G8300_RTROPTP_2_SWIMMING

Moskvina: palmas para a Rusada.

 

Leia o texto completo