Brasil, um país de… gordos?

Na revista Veja desta semana saiu um reportagem sobre o O Estudo sobre Prática de Esportes, realizado pela consultoria Sport + Market. E o resultado que salta aos olhos é: de cada 10 brasileiros acima de 16 anos, impressionantes 6 são sedentários! Mulheres mais ainda…

A natação fica como o 5o. esporte mais praticado pelo país amante e praticante de futebol (disparado em primeiro). O potencial, em tese, é enorme para o desenvolvimento deste esporte que é até considerado de elite por alguns, mas a verdade é que pode ser praticado com muito pouco investimento (fora a manutenção de um parque aquático).

Maria Lenk, a primeira brasileira em Olimpíadas, continuou a nadar pelo resto de sua vida

Apesar de todas as pesquisas indicando e confirmando as diversas vantagens de ser ter uma vida ativa e pelo fato dos Jogos Olímpicos de 2016 serem realizados no Rio de Janeiro, o Brasil parece estar cada vez mais se espelhando no american way of life. Não que isso seja uma exclusividade do capitalismo, a China, mesmo com todo o investimento de Pequim 2008, também não consegue reverter esta chaga mundial: o sedentarismo.

Com a vitória do Brasil para sediar o Pan de 2007, muito foi dito e esperado. O resultado a maioria já conhece. Um dos grandes legados seria a cultura esportiva enraigada no povo brasileiro, além de outros como um maior conhecimento e disseminação de esportes não tão conhecidos. De novo, o resultado a maioria já conhece.

Outro dia assisti parte de um programa onde o “prefeito” de Los Angeles 1984 dizia para o Rio se preocupar com o legado social, pois havia sempre uma concentração, não justificada no ponto de vista dele, nas construções. Impressionante, não? Americano pensando em algo mais que dinheiro?

Os britânicos bem que tentaram. Investiram no melhor plano de esporte político que já vi (serve de referência para todo mundo). Tem estratégia em como fazer os ingleses praticarem mais esporte (claro, inciando nas escolas), bem como desenvolver o potencial olímpico. Nesta última parte eles parecem ter acertado na receita, mas recentemente admitiram que não conseguiram mobilizar a população da maneira como eles gostariam.

E o Brasil, como vai reagir a esta pesquisa?


Este texto foi originalmente publicado no site do iG (colunistas.ig.com.br/rogerioromero

One comment to Brasil, um país de… gordos?

  • .: Rogério Romero :.  says:

    […] já comentei aqui sobre o melhor planejamento que já vi, que foi o britânico. Alguns resultados não foram […]

Leave a reply

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>