Categoria SEEJ

Sacudir a poeira e dar a volta por cima

Publicado em 25/07/13, aqui

Até o final de 2012, Felipe Zanol era um dos principais atletas do motociclismo nacional, acostumado ao lugar mais alto do pódio em torneios de paisagens paradisíacas como o Rally Dakar. Mas o destino colocou um acidente em seu caminho que o afastou das provas. Em recuperação e mirando novos desafios, Zanol falou ao programa Inconfidência de Todos os Esportes.

Mineiro de Belo Horizonte, Felipe Zanol se preparava para mais uma edição do tradicional Rally Dakar nos EUA quando se acidentou gravemente. Ficou em coma, se tratou durante dois meses por lá e finaliza sua recuperação no Brasil.

“Foi um momento difícil para mim, mas senti o apoio de toda a torcida brasileira, das pessoas que gostam de mim. Quando você é um atleta de alto rendimento, você nunca imagina que isso pode acontecer”, revela Zanol.

Passado o baque inicial do acidente, ele agora foca na sua recuperação e é reticente sobre uma possível volta ao motociclismo. “Estou 100% focado na recuperação. Mas pode acontecer de voltar a competir novamente. Entretanto, agora, minha meta é ficar 100% fisicamente”, pondera.

Enquanto se recupera, Zanol trabalha agora como consultor técnico da fábrica de pneus Rinaldi, ajudando a desenvolver novos produtos. Esse belo exemplo de Zanol você confere no nosso próximo programa.

E mais:
O Secretário-adjunto de Esportes e Juventude, Rogério Romero, fala sobre a nova lei que regulamenta as bolsas para atletas e técnicos no Estado. Belo Horizonte recebe a 3ª etapa do Circuito Nacional de Esgrima e conversamos com um dos organizadores do torneio.

No “Sem Barreiras”, Renato Lara Júnior entrevista uma das revelações da natação paralímpica brasileira, Gabriel Tomelin.

Inconfidência de Todos os Esportes vai ao ar no sábado, 11h05, na AM 880, com reprise domingo, às 14h.

Leia o texto completo

Fotos do JEMG

Publicado em 16/07/13, aqui

GEDC0183

Dia de muito sol no Centro de Treinamento Esportivo. Mas quem brilhou de verdade foram os mais de 2000 mil alunos-atletas que lotaram o CTE no primeiro dia de competição da etapa de atletismo do Minas Olímpica/Jogos Escolares de Minas Gerais – JEMG/2013. SEE, SEEJ e FEEMG em peso, prestigiando a abertura oficial do dia 15 de julho. Para o secretário-adjunto de Esportes e da Juventude – SEEJ-MG Rogério Romero é dia celebração. Um momento singular para os alunos-atletas competirem em um espaço de primeiro mundo e voltarem para as suas regiões se dedicando cada vez mais. Para a subsecretária de desenvolvimento da educação básica da SEE-MG Raquel Elizabete, a competição no CTE é uma grande oportunidade para os alunos das escolas públicas mostrarem suas habilidades, em um espaço de alto nível.

Na etapa única de atletismo, 312 escolas, representando 99 municípios competem até o dia 19 de julho. Verônica Alves da comunidade de Santa Rita, do município de Varzelândia, aprovou a competição. “Gostei, a gente aprende muito e espero conseguir superar todas as etapas e vencer”. Em Ouro Branco, clima de alegria. Nossos alunos estão motivados por estarem nesta competição. Eles estão felizes e muito motivados, completa o técnico de Ouro Branco Amarildo de Souza.
O que é senso comum é que a etapa única agradou e, especialmente, pelo nível da estrutura oferecida. Resta agora muito suor e garra para garantir o lugar no pódio. Energia é que não vai faltar e muito menos talento. Em um dia de competição, já deu pra sentir que os alunos-atletas irão responder à altura do nível da competição e brilharem ainda mais. Governo de Minas.

Leia o texto completo

Dada a largada para a etapa de atletismo dos Jogos Escolares de Minas Gerais

Publicado em 15/07/13, aqui

Mais de dois mil alunos de 12 a 17 anos participam das provas no Centro de Treinamento Esportivo da Universidade Federal de Minas Gerais
 
Belo Horizonte reúne esta semana desejos que vem de todas as regiões do Estado. Bons desempenhos, conquistas e, porque não, medalhas. Enfim, sonhos que só o esporte é capaz de proporcionar. Na etapa de atletismo dos Jogos Escolares de Minas Gerais (JEMG) que começou hoje, no Centro de Treinamento Esportivo da Universidade Federal de Minas Gerais, essa intenção se faz ação para os mais de dois mil alunos-atletas.
   jemg4
“Minha preparação veio com muito treino. Foi cansativo, mas tem que treinar para conseguir o que você quer”, diz Raifran Morais da Silva. O aluno da Escola Estadual João Pinheiro, em Ituiutaba, vai disputar a prova de 100 e 200 metros rasos, buscando repetir o feito de 2012, quando foi campeão mineiro e participou da etapa nacional.
Assim como Raifran, outros alunos de 312 escolas de educação básica (públicas e particulares) colocam à prova o esforço e preparação para o torneio. “Eu treino na UFMG três vezes por semana e espero sair no sábado com a minha medalha”, torce Juliana Cristina da Silva, de 14 anos. A estudante pertence à Escola Estadual Raul Teixeira da Costa Sobrinho, em Santa Luzia.
jemg2
Talvez, o maior prêmio da competição não sejam as medalhas, mas as oportunidades que o esporte pode dar. “A minha preparação este ano foi bem mais adequada à competição. Pretendo chegar à seleção mineira, brasileira e poder disputar uma olimpíada. Quem sabe a de 2016”, busca Guilherme de Oliveira Santos, de 17 anos. Ele vai disputar as provas de arremesso de peso e lançamento de disco.
A modalidade de atletismo é realizada pela primeira vez em fase única. Provas como corridas rasas, corridas com barreiras, revezamentos, saltos e arremessos serão realizadas de acordo com a faixa etária dos estudantes.
jemg3
Cerimônia de abertura
Na abertura da etapa de atletismo dos Jogos Escolares de Minas Gerais, a subsecretária de Desenvolvimento da Educação Básica, Raquel Elizabete de Souza Santos, destacou que os benefícios do esporte vão além da saúde. “Na fase em que esses alunos estão o esporte vai ajuda-los em outras habilidades, como o trabalho em equipe que hoje é fundamental para a formação dos jovens e do aluno e o respeito”.
Para o secretário adjunto da secretaria de Estado de Esporte da Juventude, Rogério Romero, trata-se de “uma grande festa e mais que as medalhas, os jogos promovem a integração de alunos de diversas regiões e escolas. Aqui é um ambiente bem apropriado para essa experiência única na vida deles”.
jemg1
Chegada à Belo Horizonte
 
A chegada à Belo Horizonte ocorreu no último domingo. Na Capital Mineira, os estudantes estão alojados em 15 escolas da rede estadual, onde recebem alimentação e se concentram para as provas que serão disputadas até o próximo sábado. “Eu já esperava encontrar tanta gente, em uma cidade deste tamanho, né? Espero que todos saiam bem nas provas e que nossa região ganhe pelos menos uma medalha”, deseja João Lucas Assunção Pena, de 13 anos. O jovem atleta é aluno da Escola Estadual Teófilo Martins, em Unaí, no Noroeste de Minas.
Nas escolas que servirão de alojamento, as aulas ficarão suspensas durante toda a semana. Porém, um calendário para a reposição dos cinco dias letivos foi criado e aprovado pelas regionais de ensino.
As provas de atletismo acontecem em dois módulos. Módulo I, com estudantes de 12 a 14 anos e Módulo II, de 15 a 17 anos. Na modalidade de atletismo PCD participam os alunos-atletas de 12 a 19 anos. Essa modalidade é composta por provas como salto em distância, arremesso de peso (meninos) e arremesso de pelotas (meninas).
Raul Soares está presente com 10 alunos das E.E. João Felisberto da Costa (São Sebastião do Óculo), E.E. Dom Helvécio Gomes de Oliveira (Bicuíba) e E.M. Coronel João Domingos, boa sorte a nossos alunos/atletas.
Leia o texto completo

Coordenação de Turismo participa de curso sobre legados de eventos esportivos

Publicado em 09/07/2013, aqui

O legado de grandes eventos esportivos para os municípios foi o tema de um curso promovido pela Secretaria de Estado de Esporte e Juventude em parceria com o Sebrae Minas, realizado em Belo Horizonte. O curso foi ministrado por representantes da Griffith University, Christopher Auld e Kristine Toohey. A instituição australiana é considerada referência no estudo de impactos de grandes eventos como Olimpíadas de Sydney e Londres. A série de palestras e debates foi gratuita e direcionada aos colaboradores de órgãos do setor público e privado do esporte, instituições governamentais e de ensino. A carga horária foi de 20 horas com entrega de certificado para os participantes.

Segundo a coordenadora de Turismo da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo de Uberlândia, Tatiana Flores, os Jogos Olímpicos no Brasil devem ser fator motivador para a inspiração de novas gerações. “O curso alertou sobre a necessidade de oportunizar os grandes eventos que serão realizados no Brasil para o desenvolvimento e fortalecimento do esporte. Além disso, é enriquecedor conhecer a realidade de outros projetos”, afirma Tatiana Flores, que participou da qualificação.

Para o secretário de Estado Adjunto de Esportes e da Juventude, Rogério Romero, o objetivo é mostrar como deve ser a atuação dos envolvidos e interessados na promoção de qualquer acontecimento esportivo no Estado, alertando-os sobre a oportunidade e a necessidade de se planejar para obtenção de resultados positivos. “Estabelecer foco, acompanhar cada fase do processo e, ao final, avaliar os pontos alcançados e os desafios, de forma contínua, para execução dos eventos. A nossa expectativa é que os participantes multipliquem os ensinamentos sobre aspectos de legados econômicos, sociais, culturais, dentre outros.”

O professor de gestão de desporto da Griffith University, Christopher Auld, com reputação nas áreas de voluntariado no esporte, governança e impactos de eventos esportivos, ressaltou que pretende retomar ao Brasil, no próximo ano, para presenciar o andamento dos projetos. “Percebi que os mineiros são apaixonados por esportes e acredito que essa paixão unida ao planejamento gerará bons resultados”.

Para Kristine Toohey, também professora de gestão de desporto da Griffith e reconhecida internacionalmente como pesquisadora sobre os jogos olímpicos, o curso foi uma troca de experiências. “Esperamos que os participantes mantenham contato conosco para que possamos acompanhar o progresso dos projetos. O nosso objetivo era fazer a diferença, pois é dessa forma que construímos um legado”, concluiu.

Leia o texto completo

Ministério participa da 5ª Conferência Internacional de Ministros, na Alemanha

Publicado em 31/05/2013, aqui

mineps2

Os representantes do Ministério do Esporte, Ricardo Cappelli e Vilmar Coutinho, participaram da 5ª Conferência Internacional de Ministros e Secretários responsáveis por Educação Física e Esportes, promovida pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). O encontro realizou-se em Berlim, na Alemanha, de 28 a 30 de maio.Segundo Cappelli, um dos temas tratados durante o evento foi a necessidade de garantir a todos o acesso ao esporte, assim como a busca de critérios inclusivos para reduzir os altos custos dos megaeventos esportivos – questão que está inviabilizando a participação de países com menos condições – e assegurar o direito de todas as nações.

Também foi iniciado um processo de discussão sobre a manipulação de resultados nas competições esportivas, o que culminou na construção de uma Convenção Internacional, liderada por um organismo europeu, que deverá receber as propostas dos países até novembro deste ano.

Durante a conferência foi apresentado à plateia o Segundo Tempo, programa de inclusão social do Ministério do Esporte, que tem como objetivo democratizar o acesso à prática e à cultura do esporte – e que levou países como França e Tunísia a manifestar interesse em estabelecer parcerias por meio de acordo de cooperação com a pasta brasileira.

Ao discursar na abertura da conferência, a diretora-geral da Unesco, Irina Bokova, enfatizou a importância de os países se unirem para debater o acesso ao esporte como direito de todos; programas de investimento na área, com promoção da educação física de qualidade e a sustentabilidade de megaeventos esportivos. A preservação da integridade no esporte, como a luta contra a manipulação de resultados, doping, corrupção no esporte e apostas ilegais, ainda foram ressaltados.

Para Irina Bokova, esses temas são questões políticas sérias que dizem respeito a todos, pois nenhum país pode efetivamente lidar com essas questões individualmente. “O esporte se tornou global, a nossa resposta também deve ser global”, afirmou a diretora.

Ao final da conferência, os participantes assinaram a Declaração de Berlim, documento que contém uma extensa lista de recomendações para combater a corrupção no esporte, compartilhar os benefícios socioeconômicos do desporto de forma mais equitativa e garantir o acesso ao esporte para todos.

A Declaração de Berlim também reforça o pedido aos Estados-membros da Unesco para redobrar os esforços a fim de implementar acordos e instrumentos, tais como a Convenção Internacional da Unesco contra a Dopagem no Desporto, além de convidar a organização para propor práticas de acompanhamento e monitoramento.

Estiveram presentes ao evento o presidente do Fórum de Gestores Estaduais de Esporte e secretário de Esporte de Minas Gerais, Rogério Romero (foto, à esquerda), especialistas, pesquisadores e organizações não-governamentais envolvidos com o esporte. O primeiro encontro (Mineps) aconteceu na sede da Unesco, em Paris, em 1976. As outras edições ocorreram em Moscou, em 1988, Punta Del Este em 1999 e Atenas em 2004.

Cleide Passos
Foto: Divulgação

Ascom – Ministério do Esporte

 

Leia o texto completo

Governo de Minas inova na construção de legados esportivos

Publicado em 05/07/2013, aqui

999839_10200822043184989_665159510_n

Planejamento é a palavra-chave para construção de legados e realização de eventos em qualquer escala. Esse foi um dos principais ensinamentos abordados pelos especialistas da área no curso “Legados de grandes eventos esportivos”, promovido pela Secretaria de Estado de Esportes e da Juventude (SEEJ), entre os dias 02 e 04 de julho, no Sebrae de Belo Horizonte. A qualificação foi ministrada por dois profissionais da Griffith University, Christopher Auld e Kristine Toohey. A instituição australiana é considerada referência no estudo de impactos de grandes eventos como Olimpíadas de Sydney e Londres.
Para o secretário de Estado Adjunto de Esportes e da Juventude, Rogério Romero, o objetivo é mostrar como deve ser a atuação dos envolvidos e interessados na promoção de qualquer acontecimento esportivo no Estado, alertando-os sobre a oportunidade e a necessidade de se planejar para obtenção de resultados positivos. “Estabelecer foco, acompanhar cada fase do processo e, ao final, avaliar os pontos alcançados e os desafios, de forma contínua, para execução dos eventos. A nossa expectativa é que os participantes multipliquem os ensinamentos sobre aspectos de legados econômicos, sociais, culturais, dentre outros.”
Para o diretor do Centro de Treinamento Esportivo (CTE-UFMG), Bruno Pena Couto, “o que ficou de mais importante das experiências repassadas no curso foi apresentação de ferramentas para melhor aproveitamento, tanto de eventos que serão realizados no país como de projetos menores que estou coordenando”. Já para a coordenadora do Turismo Esportivo da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo de Uberlândia, Tatiana Flores, os jogos olímpicos no Brasil devem ser fator motivador para inspiração das novas gerações. “O curso alertou sobre a necessidade de oportunizar os grandes eventos que serão realizados no Brasil para o desenvolvimento e fortalecimento do esporte. Além disso, é enriquecedor conhecer a realidade de outros projetos e atualizar o network”.
Christopher Auld, professor de gestão de desporto da Griffith University, com reputação nas áreas de voluntariado no esporte, governança e impactos de eventos esportivos ressaltou que pretende retomar ao Brasil, no próximo ano, para presenciar o andamento dos projetos. “Percebi que os mineiros são apaixonados por esportes e acredito que essa paixão unida ao planejamento gerarão bons resultados”. Para Kristine Toohey, também professora de gestão de desporto da Griffith e reconhecida internacionalmente como pesquisadora sobre os jogos olímpicos, o curso foi uma troca de experiências. “Esperamos que os participantes mantenham contato conosco para que possamos acompanhar o progresso dos projetos. O nosso objetivo era fazer a diferença, pois é dessa forma que construímos um legado”, concluiu.
A série de palestras e debates foi gratuita e direcionada aos colaboradores de órgãos do setor público e privado do esporte, instituições governamentais e de ensino. A carga horária do curso foi de 20 horas e os participantes receberam certificado.

Matéria: Flávia Braga

Leia o texto completo

SEEJ promove curso internacional sobre legado esportivo

Publicado em 02/07/2013, aqui

legado_grandes_eventos_esportivos

Crédito: Filipe Diniz

A Secretaria de Estado de Esportes e da Juventude (SEEJ), em parceria com o Conselho Regional de Educação Física de Minas Gerais e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), realiza até quarta-feira (04) o curso “Legados de Grandes Eventos Esportivos”. A capacitação é ministrada pela Universidade de Negócios Griffith, no auditório do Sebrae Minas, localizado na avenida Barão Homem de Melo, 329, Nova Suíça, Belo Horizonte. A abertura oficial da capacitação aconteceu nesta terça-feira (02).

A finalidade da qualificação é proporcionar aos participantes trocas de experiências e de conhecimentos com os professores da instituição australiana, que são considerados referência no estudo de impactos de grandes eventos esportivos.
Segundo o secretário de Estado Adjunto de Esportes e da Juventude, Rogério Romero, a iniciativa é um dos primeiros passos para que Minas Gerais se torne referência nacional no desenvolvimento de políticas públicas inovadoras voltadas ao esporte e atividades físicas.
Na oportunidade, estão sendo abordados o significado de legado de eventos esportivos e seus impactos, necessidade de planejamento, tendências internacionais, o papel da comunidade esportiva e os desafios e paradoxos da política pública.
Kristine Toohey é professora de gestão de desporto e é reconhecida internacionalmente como pesquisadora sobre os jogos olímpicos. “Esta é a oportunidade de mostrar ao mundo as inúmeras facetas culturais e apostar na gestão compartilhada das políticas públicas locais e regionais”, ressaltou.
Christopher Auld também é professor de gestão de desporto e possui reputação nas áreas de voluntariado no esporte, governança e impactos de eventos esportivos. “Um legado é planejado, formado por estruturas que serão criadas por meio de um evento esportivo, que permanecerão após o seu término”, explicou.
Esta série de palestras e debates será gratuita e direcionada aos colaboradores de órgãos do setor público e privado do esporte, instituições governamentais e de ensino. A carga horária do curso será de 20 horas e os participantes receberão certificado.

Matéria: Filipe Diniz

Leia o texto completo

AMCE realiza reunião bimensal do Conselho Estadual de Desporto

Publicado em 04/06/13, aqui

Foi realizada nessa última segunda-feira (03), na AMCE, a reunião bimensal do Conselho Estadual de Deporto. A reunião foi dirigida pelo Secretário Adjunto de Estado de Esportes e da Juventude, Rogério Romero, e contou também com a participação da maioria dos Conselheiros da Associação Mineira de Cronistas Esportivos.

A reunião foi em homenagem a AMCE, sendo a primeira itinerante. Foram tratados vários assuntos de interesse do esporte mineiro, além da apresentação de um Projeto de Lei que será encaminhado  para a apreciação da Assembleia de Minas Gerais e que diz respeito ao esporte escolar.
Também foi apresentada uma proposta da criação em Minas do Voluntariado, a exemplo do que foi executado na Olimpíada de Londres, cujo responsável pelo programa estará  nos fazendo uma visita no próximo dia 14. Na ocasião ele irá apresentará os detalhes para que o Conselho possa formalizar uma proposta para aprovação pelo governador de Minas Gerais. Além disso, foi discutido o Projeto Doping, com a apresentação de sugestões, pois esse assunto tem sido uma preocupação do governo quanto ao esporte escolar.
Ao final do encontro, os membros presentes à reunião, tendo a frente o Secretário Adjunto, fizeram um agradecimento pela atenção que a AMCE lhes dispensou, e prometeram  realizar outras reuniões na sede da entidade.
Leia o texto completo

SEEJ apoia campanha “Movimento é Vida, Vida pede Movimento”

Publicado em 03/06/13, aqui

IMG_1773

O secretário-adjunto de Estado de Esportes e da Juventude, Rogério Romero, participou nessa segunda-feira, 03 de junho, da reunião multidisciplinar da campanha “Movimento é Vida, Vida pede Movimento”, realizada pela Associação Médica de Minas Gerais (AMMG) e a Sociedade Mineira de Medicina do Exercício e do Esporte (SMEXE).

A iniciativa visa levar à população, informações referentes à importância do exercício físico na promoção da saúde, prevenção e tratamento de enfermidades.  Também tem por finalidade abordar assuntos relevantes para a constituição de uma nova mentalidade sobre a prática esportiva.

De acordo com Rogério Romero, é fundamental reverter a epidemia mundial de doenças decorrentes do sedentarismo e dos desequilíbrios da vida moderna. “A proposta vai além da ampliação da rede de divulgação dos benefícios pois incentiva a pratica esportiva com foco na qualidade de vida”, ressalta.

 

Leia o texto completo

Abominável mundo novo

Publicado em 16/05/2013, aqui

Pic

 

Leia o texto completo