Categoria Curiosidades

Quer medalha olímpica? Tente um lance.

A alemã Sandra Voelker está leiloando não apenas suas medalhas olímpicas de Atlanta – 1996, como diversas outras e também touca, maiô, óculos, etc. A atleta fez muito mais sucesso na piscina curta que na olímpica.

sandra-voelker-jung

Voelker: na Alemanha, pessoa física quebra.

Ela vai tentar levantar 100 mil euros para pagar suas dívidas, após investimentos mal feitos.

Quer ajudar e ter uma lembrança? Tente aqui.

Leia o texto completo

A vida continua fora das piscinas

Nem sempre é fácil a transição de atleta para outra profissão. Alguns sofrem com a falta de uma rotina, outros acabam ficando sedentários e nem de perto tem o corpo sarado e bronzeado, mas arrisco dizer que a maioria vai bem, obrigado.

Ontem (ou, mais precisamente, hoje) fui ao show de Eric Martin aqui em BH. Gosto de música, mas não sei se faria o esforço se ele não estivesse com a banda de apoio de músicos mineiros, entre os quais o meu grande amigo Teófilo Laborne, olímpico e campeão mundial, travestido de baterista.

1017734_10152234381105399_1141415054_n

Teófilo: parecendo triste em ter alcançado seu sonho de infância. (FB)

Teófilo, ex-recordista e campeão mundial do revezamento 4x100m livre em piscina curta, dentre outros tantos títulos, hoje coordena a natação do Minas Tênis Clube. Antes disso, tivemos a oportunidade de trabalhar juntos na Subsecretaria de Esportes. Posso afirmar que ele estava realizado profissionalmente ontem. Como é peculiar de atletas do porte dele, o resultado não veio à toa. Dedicação, estudo e muito treinamento na música, além da fundamental paixão e vocação, foram fundamentais para ele chegar a esta posição.

Altosagitos

Gustavo e Renato: amigos e negócios.

Na mesma semana, Gustavo Borges, já super bem sucedido na sua carreira esportiva,entrou no Conselho Executivo do IHRSA, reconhecimento pelo seu trabalho feito na área de qualidade de vida em suas academias e metodologia. Gustavo, aliás, é um grande entusiasta dos diferenciais profiossionais de ex-nadadores, cercando-se deles em seus negócios, a começar pelo olímpico Renato Ramalho, seu sócio desde o início nas Academias GB.

Por último, cito Alexandre Massura Neto, outro olímpico e campeão mundial. Já trabalhou no Minas Tênis Clube, no Governo de Minas e agora está na FIFA! Sim, apesar de todas as críticas, emprego desejadíssimo por muitos profissionais da área.

governador-em-exercicio-participa-de-lancamento-do-poster-oficial-de-belo-horizonte-cidade-sede-da-copa-2014

Massura: volta em BH agora apenas para eventos oficiais da FIFA. (crédito: Wellington Pedro)

Vou parar por estes três/quatro exemplos de vida bem sucedida fora das piscinas, algumas vezes relacionada à natação, como técnicos ou professores de educação física, mas muitas vezes não. Tenho amigos/conhecidos dentistas, médicos, engenheiros, diretor financeiro, trabalhando em multinacional, empreendedores, consultores, e até na política (este ano, posso fazer 10 anos de Governo).

Por fim, um videozinho do show:

 

 

Leia o texto completo

E se Tinga fosse nadador?

Cena 1: Anthony Tinga vem de um pequeno país e vai para a final dos 100m borboleta contra um branquelo que é do país mais poderoso do mundo. Já na saída, sem nenhuma surpresa, o grande favorito consegue uma vantagem. Após a virada dos 50m, ele surge ainda mais imponente, estilo perfeito, pernadas vigorosas. Chegando aos 25m finais, ele tem quase um corpo (o seu, de quase 2m) de vantagem sobre os demais competidores. Últimos 12-15m e ele começa a sentir, seu estilo cai, mas ainda mantém uma vantagem confortável a não ser que… uma chegada deslizante e um final sensacional dão a vitória a Tinga pela menor margem possível na natação: UM centésimo. A plateia vai ao delírio frente a um desacreditado favorito que vê sua meta de igualar o melhor dos melhores fugir logo na sua primeira prova. Isso tudo, num país de amarelos.

Ediva

O Tinga brazuca mostrando o resultado do seu feito.

Cena 2: Edvaldo Tinga foi um nadador de sucesso improvável. Pobre, vindo de um país do terceiro mundo (quase em desenvolvimento), ele nadou contra tudo e todos – e chegou a uma histórica final olímpica com seus 3 companheiros. Dois deles já tinham sentido o gosto da medalha olímpica e buscavam, logo no primeiro dia de competição, mais uma. Ao nosso Tinga foi dada uma responsabilidade enorme: a de fechar o revezamento 4x100m livre. Mas ele não se intimidou. Apesar de cair em quinto, o improvável acabou virando inacreditável. Com sua famosa volta fortíssima, ela superou representantes de países que já tinham tido problemas em período passado para reconhecer cidadãos de sua cor. Embora a atenção tenha ficado para a sensacional disputa pelo ouro com recorde mundial, um pequeno grupo presente do seu país se abraçava e pulava tanto quanto os vencedores (e ainda se emociona com a lembrança).

PS: qualquer semelhança com a vida real é mera coincidência.

Leia o texto completo

Como eram as férias da natação?

Voltei recentemente das férias de fim de ano. Praia com família, um programa muito comum (percebe-se pelo tanto de pessoas neste mesmo espaço).

Nadar no mar? Não me aventuro. Mesmo quando treinava e precisava manter-me ativo, preferia uma corrida (que também não sou muito fã), abdominais e uma academia local. Meu negócio sempre foi entre quatro bordas mesmo.

Mas, voltando ao que me motivou a escrever este post, primeiro, queria desejar um ótimo 2014 a todos, com muita Saúde. Segundo, ao ver alguns bons resultados já nos primeiros dias do ano, fica claro que estes atletas não passaram o reveillon em férias, mas sim treinando. Alguns inclusive já no dia primeiro! Acreditem, eu passei por isso.

829207-magnussen

Magnussen: perder ano novo do Rio, ok, mas carnaval de Divinéia?

Fiquei lembrando de alguns feriados que simplesmente foram ignorados, outros com uma rápida parada. Ano Novo no avião? Já tive esta experiência ao ter que viajar para a Copa do Mundo na Austrália. Noutra vez estávamos lá vendo os “fires the artificies” (esta é só para quem conhece a história) na passagem do ano.

Carnaval? Quando em Belo Horizonte passei alguns anos em Divinópolis, no interior,  com colegas de república. Mais perto e, portanto, menos cansativo para o bate volta. Não conhece o carnaval de Divinéia? Pois é, eu sim.

Claro que os sacrifícios eram amplamente compensados na maioria das vezes e não sentia nenhum arrependimento daqueles treinos com muita gente de ressaca ainda.

Magnussen não deu seu 12o. 47s nos 100m livre, o primeiro de 2014, tirando longas férias natalinas…

 

Leia o texto completo

Daniel Takata: o canivete suíço da natação brasileira

Redator da Revista Swim Channel. Tem colaborado com os principais veículos impressos e eletrônicos sobre natação e vem comentando competições no SporTV. Escolhido pela FINA como melhor texto sobre natação do mundo em 2011 e 2012. Estatístico com graduação e mestrado pela Unicamp.

FINA_Magazine

Revista da FINA: Takata é bi!

Este texto de introdução de Daniel Takata já impressiona pelos fatos de juntar um estatístico com melhor texto sobre natação do mundo. Blogueiro impulsivo, ele já colaborou nos primórdios do Swim It Up!, que tinha um pequeno jornal de tiragem limitatíssima feito por assinatura, sempre com comentários e textos primorosos.

20120801-pietr1

Hoogenband não perdeu a oportunidade e tirou foto com nossa celebridade.

Criou ainda o Raia Quatro News, onde nos brindava com sua extensa pesquisa e conhecimento sobre a natação, quando foi convidado a participar do Blog do Coach, de outro aficionado por notícias do mundo da natação e blogueiro e comentarista, Alex Pussieldi, onde participou de inúmeros Best Cam.

Por fim, está no bem sucedido projeto Swim Channel, em parceria com Patrick Winckler e o jornalista Guilherme Freitas.

1265813_582609191775451_918721120_o

Takata: único japa, ao lado do Bussunda cover, Satiro Sodré.

Mas este é o lado A de Takata… Recentemente produziu um vídeo com a clássica música Bohemian Rhapsody do Queen (vejam abaixo o resultado), mostrando seus dotes artísticos.

Através de outro canal, acabei descobrindo ainda outro dom dele. Descubra aqui. Será que ele vai precisar destes artifícios para acompanhar a Olimpíada do Rio? Espero que não, pois precisamos de pessoas preparadas como ele e o Swim Channel para escrever com qualidade sobre a natação olímpica.

885193_543077882381079_1365451772_o

Sim, o estatístico também foi nadador.

Ah, sim, Takata foi nadador e também tira suas fotos de alta qualidade. Ao menos até o momento é isso o que temos do nosso canivete suíço da natação brasileira.

 

 

Leia o texto completo

O poder das homenagens

Recentemente tivemos a festa de despedida da grande Fabíola Molina. Infelizmente não pude estar presente, mas conhecendo-a e lendo os relatos (Best Swimming e Swim Channel), sei que seu carisma atraiu desde seus amigos mais próximos até atletas do mundo inteiro. Inesquecível, alguns vão dizer. E vai ser mesmo. Para ela, com certeza. Vai lembrar deste momento bacana, de celebrar uma nova fase, mas ainda colaborando para divulgar a natação.

img_4486

Arigato gozaimasu Fabíola!

Hoje estive premiando os destaques dos nossos Jogos Escolares e de Minas e, naquele clima de festa e confraternização, fiquei pensando na importância destes momentos para todos. Para o aluno/atleta, para que ele seja devidamente valorizado pelos seus resultados. Para as escolas, para que elas continuem investindo no esporte. Para os professores e profissionais de educação física, lembrá-los que valeu a pena. Para nós do Governo, um alívio no meio de tantas críticas e contingenciamentos.

Enfim, todos temos ao menos um bom motivo para parar por alguns momentos e celebrar as vitórias, mesmo que pequenas. Mas, apesar delas contribuírem para a nossa motivação, não podemos viver delas. Sim, por maior que seja a conquista, os desafios continuam.

PICT0065

Homenagem junto com o Meu Primeiro Trathlon, em 2011.

Por fim, agradecer a indicação para o Orgulho Paranaense. Estarei lá semana que vem, batendo palmas para os esportistas que vão ser condecorados na próxima semana, com a certeza de que eles vão lembrar deste dia.

Leia o texto completo

O palco mais bonito do mundo?

800px-Mourisco_Mar

Amanhã começa o Troféu Julio Delamare na piscina considerada a mais bonita do… (cada um preenche como quiser). O charme vem todo do local aonde está o Parque Aquático Mourisco Mar: Rio de Janeiro, com vista cinematográfica para o Pão de Açúcar e Cristo Redentor.

A piscina suspensa, que foi inaugurada em 1969, vai receber os melhores atletas juniores do Brasil. Ela passou por uma reforma recente e polêmica. Logo após sua reinauguração em novembro de 2011, teve que ser interditada por vazamentos. Depois, foi alvo de críticas por ter se transformado em um grande foco da dengue, até a solução final, seis meses depois.

Felizmente os problemas parecem ter acabado, agora é só curtir o visual.

1475983_10151757169547015_1136782710_n

A foto foi tratada no Instagram, mas a vista é bonita assim mesmo.

IMG_11241

Dois medalhistas olímpicos tem boas lembranças desta piscina.

 

 

 

Leia o texto completo

A aposentadoria de Fabiola Molina

Aposentadoria é como a morte. Você sabe que ela chegará mas nunca está preparado“. Gustavo Borges, 27.07.2012

A frase acima é um pouco forte, mas Gustavo Borges sabia do que estava falando após 8 anos de pendurar o calção em 2004. Ele se despedir numa festa na piscina do Pinheiros, afinal, a vida de nadador tinha morrido ali, aos seus 31 anos de vida.

fabiola Danilo Sardinha

Fabiola no seu anúncio ontem. (Crédito: Danilo Sardinha)

Aos 38 anos, Fabiola Molina anunciou sua decisão de parar de nadar após uma super bem sucedida carreira. Acostumada a quebrar recordes, a nadadora foi para 3 edições olímpicas e tem diversos importantes no seu currículo, mas talvez sua conquista mais poderosa seja a simpatia, com a qual inspirou milhares de – principalmente – mulheres.

Vai ter uma grande festa nas piscinas no dia 30 de novembro, com nomes do mundo aquático que acabaram cruzando com a brasileira. Sua última competição oficial, ao menos fora do master, foi no último Jogos Abertos de SP, competindo pela sua São José dos Campos.

Além de todos os resultados dentro das piscinas, Fabiola quebrou outras barreiras, ao viajar pelo mundo em busca de técnicos e técnicas, nos últimos anos acompanhada do seu marido (e meu conterrâneo) Diogo Yabe.

Agora vai se dedicar ainda mais aos seus outros negócios. Boa sorte e sucesso!!!

Aqui, 3 fotos de quando moramos juntos em Coral Springs.

 

 

Leia o texto completo

De olho no futuro, preservando o passado

Nestes último dias, tive três casos interessantes de como a memória esportiva é importante.

Vou começar pelo caso triste. Num encontro com estudantes de educação física, mencionei que Minas estaria recebendo Sebastian Coe. Desafiando a plateia, perguntei inocentemente se eles sabiam de quem se tratava, aguardando desde as respostas mais simples (foi um corredor), para as mais completas (Lorde, conduziu o comitê organizador Londres 2012, etc). Mas, para minha decepção total, NINGUÉM sabia de nada. Pensei comigo, este é o futuro de professores de educação física e de alguns técnicos, inclusive de atletismo!

ak4vy5piro8j20j1tm0c4o6bk

Joaquim Cruz na histórica vitória em cima do branquelo Seb Coe.

Os outros dois são legais. O primeiro é o Hall da Fama da Natação Brasileira, iniciativa de alguns abnegados da natação (incluindo este que escreve) para homenagear no democrático espaço virtual, aqueles que fizeram história. Esta semana foi a vez do terceiro escolhido: Djan Madruga. Recheado de fotos, vídeos e outras referências, o texto elaborado por Fernando Cunha Magalhães é primoroso nos detalhes e curiosidades deste super atleta.

Nado-Livre-No3-1979-1

Destaque na extinta Nado Livre – tinha esta edição também.

Por fim, ontem tive a grata surpresa de conhecer o novo e inovador espaço do Minas Tênis Clube. O Centro de Memória foi ousado: indexou tudo. Sim, tudo. Quem for minastenista e teve alguma nota, entrevista, está lá. Impressionante. Uma galeria com troféus e outras peças escolhidas a dedo, dando o devido destaque às conquistas mais recentes, sem esquecer do passado também glorioso que deu alicerce para que tudo isso acontecesse.

minas memoria

Vídeo com todos os atletas olímpicos que o clube teve.

Duas iniciativas que merecem ser replicadas.

 

Leia o texto completo

Federação Britânica critica piscina rápida

Qual seria a reação de um arquiteto ao ter a informação de que a Federação de Natação não quer fazer mais seletivas na piscina que ele projetou por ela ser rápida demais, criando expectativas de resultados irreais?

5r8RV9JL_680

A piscina de Ponds Forge: funcional, rápida e pública, porém não gratuita.

Bem, esta estranha hipótese realmente aconteceu e o arquiteto não poderia estar mais orgulhoso, afinal, Ponds Forge – a piscina em questão – foi construído mais de 20 anos atrás!

De fato, será que a tecnologia não melhorou desde então? As piscinas de Londres e Barcelona (para ficar apenas em duas) são lentas? As características básicas estão em todas elas: profundidade, boas raias, blocos de saída idem e “prainhas” para diminuir a marola. Qual é então a diferença?

Ambiente. Psicológico. Aura. Chamem como quiser. No futebol isso é elevado a patamares explicados apenas pela paixão neste esporte.

A mística da piscina de Sheffield é acentuada pela tabela de recordes mundiais expostos ali. E os resultados continuaram surgindo ao longo do tempo, claro, contribuindo definitivamente para a chancela de piscina rápida, passada de geração em geração.

452748-ponds-forge

Sem legenda.

Além disso, o ambiente conhecido contribui para o relaxamento – necessário – dos nadadores na véspera do seu teste final após meses, às vezes anos, de treinamento.

Saber exatamente o que encontrar, ficar no mesmo hotel (quem sabe até na mesma cama), já estar familiarizado com a comida e até ter ciência do tempo de e para a piscina auxiliam os nadadores a se concentrarem naquilo que realmente conta: nadar veloz.

Leia o texto completo