Gama Filho tagged posts

Gama Filho: ascenção e queda

No início do ano, o MEC descredenciou a Universidade Gama Filho, uma medida extrema e muito polêmica, devido a “baixa qualidade acadêmica, do grave comprometimento da situação econômico-financeira da mantenedora [das instituições] e da falta de um plano viável para superar o problema, além da crescente precarização da oferta da educação superior”. Na prática, cerca de 9 mil alunos e mil professores estão desde então num limbo.

Vila-Olimpica-Manoel-Tubino

O super respeitado Tubino recebeu centenas de homenagens, como o nome de uma Vila Olímpica do Rio.

Com uma estrutura, cursos, corpo docente e cultura ímpar, a Gama Filho foi sinônimo de boa formação na área esportiva, com professores como o finado Manoel Tubino e o grande estudioso Lamartine Pereira da Costa. Este conjunto proporcionou uma geração de ótimos pesquisadores, técnicos, professores de educação física, bem como um local de formação de atletas que conciliava o estudo com os treinamentos.

O exemplo mais recente são os diversos judocas exitosos que passaram por lá, entre eles o medalhista olímpico Flavio Canto. Mas você sabia que a natação também teve seus dias de glória? Pois há 30 anos, o Troféu Brasil de Natação teve o Gama Filho como 3a. colocada, perdendo para o Fla e Flu, deixando clara a hegemonia do Rio naquela época. Mais detalhes podem ser encontrados no último post do Ephicurus.

2539_1386574114915809_2001340849_n1424533_1386572898249264_1928178122_n

Para aqueles que nadaram e querem colaborar a preservar um pouco desta história, achei no Facebook esta página, de onde foram retiradas as duas fotos acima.

Infelizmente minha memória não é tão pródiga quanto a dos ephicurianos, mas recordo sim do sucesso dos alunos/atletas da Gama. Acompanhe abaixo,por exemplo, o domínio nas categorias de base em 1982, com Aderbal Oliveira e seu destaque maior, Marcio Santos (notem a diferença para o segundo colocado, que não era qualquer um…), nome temido pelos adversários na época:

305670_440218272673772_1449822032_n

E tivemos ainda Marcelo Vaccari, grande dentro e fora das piscinas agora como técnico do Minas.

E você, lembra de outros nomes de destaque da Gama Filho?

 

 

Leia o texto completo

Londres 2012: primeira baixa no time da casa

O peitista britânico Daniel Sliwinski decidiu fazer uma cirurgia no tendão do ombro e, portanto, não representar seu país em casa. Ele deve ficar 3 meses recuperando, mas já fala nas próximas olimpíadas no Rio:

É o pior pesadelo para qualquer atleta, mas ainda sou jovem suficienta para pensar em Rio2016“, disse o nadador de 22 anos. Antes do ombro, ele já quebrou dois punhos e operou o joelho.

Sliwinski, 22, mas com grande histórico médico.


Este texto foi originalmente publicado no site do iG (colunistas.ig.com.br/rogerioromero

Leia o texto completo