Kirsty Coventry tagged posts

Campeã Olímpica é roubada

“Após sairmos do aeroporto, 4 ou 5 assaltantes quebraram o vidro de trás para roubar as malas. Minha irmã agarrou minha sobrinha de 2 anos e meu sobrinho de 5 , enquanto eu me atirei atrás para tentar segurar nossas malas… acabei me cortando num pedaço de vidro, infelizmente assim como um dos bandidos… Eu compreendo quão desesperados estes homens deviam estar para fazer algo assim, mas isso não torna aquilo correto. Muitas pessoas estão se esforçando no seu cotidiano, ao invés de roubar dos demais e criar terror nos outros, deveríamos trabalhar juntos para criar empregos e nos ajudar.”

KirstyCoventry-1366989444_600

Coventry: aqui não tem caxirola. (Pinterest)

O relato, feito pelo Facebook, bem que podia ser de qualquer medalhista brasileiro, mas foi da multi-medalhista Kirsty Coventry, na sua terra natal, o Zimbabwe. Com 4 medalhas olímpicas na bagagem (não naquelas roubadas, felizmente), o medo dela é a AIDS, doença ainda muito disseminada no seu país.

O roubo foi estimado em 5 mil dólares.

 

Leia o texto completo

Ooops, ele fez de novo: recorde de Phelps cai.

O menino Carson Foster continua reescrevendo o livro dos recordes americanos na sua faixa etária (abaixo de 10 anos). Depois de ser o primeiro a abaixar dos 30s nos 50m borboleta, ele abaixou em mais de 1s o antigo recorde dos 100m do mesmo estilo, que vinha desde 1996 de um tal de Michael Phelps.

Na tabela de recordes do National Age Group (NAG) encontramos alguns olímpicos e outros grandes nomes e curiosidades. Por exemplo, temos a olímpica Elizabeth Beisel com tempo melhor que os meninos abaixo de 10 anos e com tempo similar nos 400m medley na faixa 11-12.

Para as mulheres, estar nesta lista a partir de 15-16 anos é estar nos Jogos Olímpicos (OK, 13-14 praticamente todas também). Por outro lado, o precoce Chas Morton (recorde de 1983) fez apenas uma carreira universitária normal.

No feminino, os recordes mais antigos vem de 1978, com “Sippy” Woodhead, que tinha vencido 3 provas no mundial de 1978, aos 14 anos, para depois sofrer com o boicote de Moscou 80. Em Los Angeles 1984 ela ficou com a prata nos 200m livre.

No masculino, azar igual para Jesse Vassalo, que fez tempos melhores que os campeões de 1980 nos 200m e 400m medley. Ricardo Prado bateu o recorde mundial dos 400m medley deste porto-riquenho que ainda detém a melhor marca dos 1500m livre 13-14 desde 1976! Ambos se encontraram na final em Los Angeles, Prado prata e Vassalo 4o.


Este texto foi originalmente publicado no site do iG (colunistas.ig.com.br/rogerioromero

Leia o texto completo