Categorias
Assuntos Gerais Livro Natação

Mindset: a Nova Psicologia do Sucesso

Recomeçando o meu desafio de fazer resenhas sobre livros que venho lendo e o mundo dos esportes (especialmente), Mindset, da pesquisadora Carol Dweck.

mindset

Para iniciar, um pequeno desabafo. Parece que não consigo acompanhar a tecnologia. Hoje, escrever não é comum. Talvez pelo risco de ter erros gramaticais, registrar alguma besteira, publicar algo politicamente incorreto (existe este termo ainda?), não sei ao certo. Mas, pelo que tenho visto, a moda é vídeos (Youtube) de coaching (e suas diversas variações) ou fotos (Instagram) com alguns textos reflexivos. Nada contra, sou um consumidor (baixo para moderado, imagino) e gosto de compartilhar aqueles que me fazem refletir ou lembrar de coisas importantes. 

Dito isto, não me vejo hoje fazendo vídeos e acho um pouco complicado achar as coisas legais que vi uma vez no Instagram (Facebook já desisti), então vou manter este hábito antigo e, quem sabe, com meu mindset de crescimento eu não avance? Sim, a premissa do livro é que todos nós podemos melhorar, depende basicamente do seu mindset que, resumidamente, pode ser fixo ou de crescimento. Fixo é daqueles atletas, por exemplo, que por não terem diferenciais de biotipo para um certo esporte, acreditam que não podem ser bons (muitas vezes excelentes) nele. Claro, o mindset fixo de treinadores que insistem em ver quase que exclusivamente o biotipo em futuros atletas de basquete também não ajuda.

https://www.youtube.com/watch?v=1NTRGin5bXU

O alto pode desenvolver o jogo, mas o baixo não pode ficar mais alto, é a desculpa oficial desta turma

E Dweck tem um capítulo inteiro para o esporte. Bem, o esporte americano, já que temos o beisebol e futebol americano entre os mencionados. Mas grandes referências mundiais estão lá, como Ali, McEnroe e Jordan. Elogiar ou privilegiar o talento (ou inteligência) não é a melhor estratégia, segundo a autora (e concordo com ela), de desenvolver o máximo do seu potencial.

Para deixar o esporte ainda mais em evidência, ela ainda dedica um outro capítulo para os treinadores, compartilhado com pais e professores (que responsa, heim coaches?). E aqui, não poderia faltar o lendário John Wooden. A autora descreve o criador da pirâmide do sucesso como sábio e interessante, mas não complicado. Wooden dedicava tempo e atenção idênticos a todos os seus jogadores, independentemente das qualidades demonstradas inicialmente.

piramide do sucesso

Desafio enorme para todos nós, tanto em trabalhar para ter a melhoria contínua, mas também para auxiliarmos os demais (minhas filhas em particular) a criarem o mindset de crescimento!

Categorias
Beatriz Comini Romero

Campeonato Alemão: a primeira chance olímpica

O atual recordista mundial dos 200 e 400m livre, Paul Biedermann, garantiu sua viagem para Londres após vencer os 200m livre da seletiva alemã. Marco Koch fez a 4a. marca de 2012 nos 200m peito.

Koch: mais um para tentar impedir o tri de Kitajima. (Getty)

Além desta competição, o Europeu servirá para definir a seleção alemão, que tem como índice o 10o. tempo do último Mundial.

Reveja o histórico recorde dos 200m livre, onde Biedermann derrotou Michael Phelps: non c’e lo fa!


Este texto foi originalmente publicado no site do iG (colunistas.ig.com.br/rogerioromero