Glauber Silva: muita emoção para o último índice da seleção olímpica

Acabou agora a pouco a última tentativa olímpica e a seleção será anunciada na próxima semana. A maior (única?) mudança foi a inclusão de Glauber Silva, com índice nos 100m borboleta. Sua história é um drama digno de ser mencionado aqui.

Glauber: enfim, olímpico. (Satiro Sodré)

Em 2010, sua mãe faleceu pouco antes do seu embarque para o Mundial de Dubai. Agora, no ano olímpico, uma semana antes do Troféu Maria Lenk, seu pai sofreu um AVC. Mesmo sofrendo emocionalmente, ele venceu grandes nomes como Kaio Márcio e o finalista olímpico Gabriel Mangabeira, mas ficou a apenas 13 centésimos do índice.

O sofrimento não acabou, mas foi amenizado com o índice feito nesta manhã. Acontece que ele teve que ficar na expectativa de que nenhum outro atleta obtivesse marca melhor que a sua à tarde. Pois a espera acabou e agora o nadador, que é do Minas Tênis Clube, pode dedicar este feito ao seu pai, que continua internado.

Valeu Glauber!


Este texto foi originalmente publicado no site do iG (colunistas.ig.com.br/rogerioromero

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.




Arquivos

Categorias