199, e contando…

Sim, a contagem regressiva para Londres 2012 já começou. As maiores potências mundiais da natação vão ter ainda suas fortes seletivas para definir as seleções nacionais, enquanto a maioria tem uma política de índices. Vamos aos prós e contras de cada sistema.

Lochte e Phelps, os dois melhores do mundo precisam passar pela seletiva antes de Londres.

Peguemos a seletiva americana. Aqui, quem garante a vaga, fica quase que automaticamente credenciado a ser medalhista olímpico! Dizem que a pressão é maior que uma final olímpica e deve ser, pois vários recordistas mundiais ficaram para trás. Agora, o que mais me intriga é a época realizada: apenas 3 semanas antes dos Jogos Olímpicos. Os defensores deste sistema dizem que assim os norte-americanos tem a melhor equipe naquela época, enquanto os críticos falam que o desgaste é tão intenso que não há tempo para plena recuperação.

Ambos estão certos nos seus agumentos, mas ainda acho que esta proximidade, no caso deles, traz mais benefícios. Claro que encontramos casos em que os atletas simplesmente somem, mas os olímpicos americanos são um seleto clube de 0,0004% de todos os nadadores registrados na US Swimming! Mais um pouquinho e fica mais fácil de ganhar na mega sena (0,000002%)…

Rogan, Cseh e um inglês, 200m medley no Europeu de 2010. (Eurosport.com)

Agora vamos ao processo de uma Áustria ou Hungria, de dois adversários de Thiago Pereira nos 200m medley, Markus Rogan e Laszlo Cseh, respectivamente. Provavelmente eles já sabem que estarão em Londres (assim como Thiago) e, com isso em mente, já estão treinando pensando numa final olímpica, enquanto os favoritos ao título, os americanos Ryan Lochte e Michael Phelps -os melhores do mundo, ainda precisam provar que estão entre os dois melhores dos EUA.

Por outro lado, não treinam sua cabeça para o stress imenso que é este tipo de competição (se perder este momento, só daqui a 4 anos), o que pode ser uma vantagem competitiva para aqueles que passam pelo teste mental de uma seletiva. De qualquer modo, teremos os mais bem preparados na capital inglesa.

Vamos recordar a final dos 200m medley de Beijing. E, enquanto isso, o hotsite da seletiva americana nos diz: faltam 166 dias, 5 horas, 12 minutos e 27 segundos, 24, 21…

Ah, sim. Parabéns ao nosso campeoníssimo Cesar Cielo pelos 25 anos de vida – jé veterano de ótimos resultados!


Este texto foi originalmente publicado no site do iG (colunistas.ig.com.br/rogerioromero

Leave a reply

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.