Monthly Archives abril 2013

GOVERNO do ESTADO: LIGABH esteve na CIDADE ADMINISTRATIVA HOJE 22/03 – Confira DETALHES da reunião! (Em 1ª mão)

fbh_LIGABH22032013

Publicado em 27/03/2013, aqui

Conforme prometido, seguem abaixo as informações com maior riqueza de detalhes.

Em breve após todos os tratamentos abaixo junto aos seus respectivos atores, uma assembleia geral da LIGABH será realizada para o repasse das decisões.

Leiam, pensem, divulguem, espalhem e se preparem para a assembleia GERAL.

*************************************

**** 1 – 1º Encontro das LIGAS de Futebol amador do estado de MG – Evento organizado pela LIGABH a se realizar em Belo Horizonte:

Resposta da Secretária de Estado de Esportes e da Juventude:Trazer proposta formal mencionando os custos e a quantidade de participantes para tentar patrocinar o evento com recursos públicos (do governo do estado).

Ações da LIGABH:O projeto já está sendo formalizado e os convidados serão os interessados responsáveis pelas LIGAS de Futebol Amador das cidades do estado de Minas Gerais.

A intensão da LIGABH é contar com o máximo possível de representantes das LIGAS entretanto, tudo dependerá da aprovação do projeto por parte do patrocinador.

A pauta do encontro será conhecer a verdadeira situação do nosso futebol amador mineiro “de cabo a rabo”; apontar o que deve ser melhorado ouvindo as sugestões dos presentes.

O Futebol em MG hoje no que se refere a estrutura se resume a Atlético e Cruzeiro; isto é muito pouco para um estado que trouxe ao mundo Pelé, Tostão, Toninho Cerezo, Eder, Reinaldo, Fred entre outros.

Se o futebol profissional só pensa em ACUMULAR dinheiro, acumular patrimônios, pensemos nós da várzea como reverter esta história, tentando resgatar o posto de 3ª capital do futebol Brasileiro perdido para Porto Alegre desde os anos 80.

Se você é representante de alguma LIGA futebolística de algum município de MG, favor entrar em contato via e-mail: ligabh@hotmail.com – Em breve disponibilizaremos também numero de telefone.

**** 2 – Pagamento da taxa de arbitragem para os campeonatos da 1ª Divisão SFAC (A SERIE C do futebol amador de BH);

Resposta da Secretária de Estado de Esportes e da Juventude:Esta questão deve ser tratada junto a ASFAMIG que é presidida pelo atual presidente da FMF. A verba de 1 milhão de reais pode sim contemplar este custo entretanto, deve ser tratado pelo presidente da ASFAMIG.

Ações da LIGABH:A LIGABH estrará em contato com a diretoria da ASFAMIG para tentar viabilizar o custo de pagamento da taxa de arbitragem da 1ª Divisão do SFAC.

Por outro lado a LIGABH salienta que o pedido se aprovado deve ser bem avaliado para evitarmos consequências infelizes.

MOTIVO: Hoje o futebol amador de BH não conta com uma “4ª Divisão” ou “SERIE D” e todos temem que com a confirmação do pagamento das taxas de arbitragens para a 1ª Divisão possa gerar uma explosão de times interessados na disputa o que para os padrões atuais, com a estrutura atual é quase impossível de se absorver/administrar.

O ideal é o custeio da taxa de arbitragem para 48 equipes assim como ocorrem com os MODULOS 1 e 2 Especiais (Series A e B da várzea).

Entretanto como citado acima este assunto é extremamente delicado e deve ser amplamente discutido.

**** 3 – Ajuda de custo/VERBAS para o transporte para as equipes que disputarão a Copa Kaiser BH 2013;

Resposta da Secretária de Estado de Esportes e da Juventude:Se prontificou a verificar junto a iniciativa privada (principalmente junto a empresas envolvidas nos patrocínios da Copa das Confederações FIFA e da Copa do Mundo FIFA).

Ações da LIGABH:A LIGABH desde já faz o levantamento dos valores a serem repassados. O projeto abrange todos os jogos, todas as equipes, desde a abertura até o jogo final.

Não sendo possível a ajuda de 100% com o transporte por jogo, estuda-se o pagamento de uma parte do custo que hoje gira em torno de 200 a 300 reais dependendo dos confrontos e localidades.

**** 4 – Ajuda de custo/VERBAS para o campeão da Copa Kaiser BH 2013 (5ª Edição) – Representante de MINAS na Copa Kaiser BRASIL que será disputada em Dezembro;

Resposta da Secretária de Estado de Esportes e da Juventude:Mesma resposta do ponto 3.

Ações da LIGABH:Não sendo possível a ajuda por parte das empresas privadas conforme informado no “item 3”, a LIGABH procurará a Prefeitura de BH uma vez que, a equipe que representará MINAS é oriunda do município de Belo Horizonte.

A ajuda de custo abrange a aquisição de kits personalizados completos para a viagem e estadia (bolsas, trajes esportivos, uniformes de jogo e etc.) durante a disputa da edição nacional até o envio de membros da associação para o trabalho de apoio logístico junto a delegação.

É importante deixar claro que tanto o governo do estado quanto PBH sempre apoiam outros segmentos esportivos em eventos fora do estado; isto posto, cremos que o nosso pleito é mais do que justo, pois a Copa Kaiser Brasil é o único torneio onde uma equipe de futebol amador ADULTA de MINAS representa de forma oficial o nosso futebol de várzea fora do ESTADO.

**** 5 – Situação referente aos campos de várzea pertencentes ao GOVERNO DO ESTADO;

Resposta da Secretária de Estado de Esportes e da Juventude:O nobre secretário adjunto solicitou que procurássemos os órgãos SEPLAG (Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão de Minas Gerais) ou SEGOV (Secretaria de Estado de Governo de Minas Gerais – SEGOV).

Ações da LIGABH:A LIGABH já formaliza as petições a serem entregues a estes departamentos, pois a nossa intensão é saber detalhe por detalhe, na minucia, as situações de todos os campos localizados em BH.

Existem aproximadamente 200 campos de várzea em BH; segundo a PBH 84 pertencem ao município restando 116 campos. A LIGABH quer saber quais destes 116 campos pertencem ao GOVERNO DO ESTADO e/ou iniciativa privada.

Apenas para que todos tenham ideia, hoje não existe um controle rígido formal quanto a situação dos campos de várzea em BH pertencentes ao governo e nem a PBH.

CURIOSIDADE: Até o complexo do Mineirinho (Ao lado do Mineirão) não possui escritura formal dando posse ao governo do estado e nem a PBH.

A LIGABH continuará verificando a questão e desde já propõem uma frente de trabalho junto ao GOVERNO e a PBH para a realização deste levantamento de forma precisa, eficaz e oficial visando prestarmos contas a sociedade que tanto nos questiona.

Existem muitos dirigentes que não sabem a real situação do “seu campo”. Por muitas vezes estes dirigentes cedem a pressões de pessoas inescrupulosas que utilizam de má fé tentando tirar proveito da falta de estrutura do nosso futebol amador.

Existem clubes que administram praças de esportes em BH há mais de 80 anos, sem um centavo da inciativa publica, portanto estes merecem serem tratados com maior carinho, respeito e profissionalismo no que se diz respeito a informações de interesse publico.

**** 6 – Situação da ASFAMIG junto ao governo de Minas.

Resposta da Secretária de Estado de Esportes e da Juventude:O Secretário adjunto nos orientou a procurar a direção da ASFAMIG que hoje é presidida pelo atual presidente da FMF.

Ações da LIGABH:A LIGABH solicitará esta reunião para tratar assuntos referentes por exemplo ao pagamento das taxas de arbitragens de 2014 visando que o campeonato deste ano, não sofra atrasos.

O que estiver ao nosso alcance, faremos para atuarmos juntos visando a profissionalização da administração do futebol mineiro.

Nunca se esqueçam: “O futebol é amador, mas a organização pode ser profissional!”

Leia o texto completo

Prefeitura apresenta projetos para a Secretaria de Estado de Esportes

caete

Publicado em 25/04/2013, aqui

A Prefeitura de Caeté tem trabalhado para incentivar a prática esportiva e a melhoria dos espaços destinados ao esporte e lazer no município. Dentro deste ideal, na quinta feira (18), o Prefeito Zezé Oliveira, o Secretário de Esporte e Lazer, Walace Júnior, e o Vereador Juninho Purysco visitaram o Secretário de Estado Adjunto de Esportes e Juventude, Rogério Aoki Romero.

Durante o encontro, foram entregues alguns projetos ao secretário, entre eles o da reforma do Ginásio Poliesportivo, da Escola de Esporte e Formação Global e da reforma de todos os campos de futebol do município.

Segundo o Secretário Adjunto Rogério Romero, os projetos são de grande relevância para o fomento do esporte na região, o que favorece a análise do Secretário de Esportes e da Juventude, Eros Biondini, para a viabilização de recursos de acordo com as condições da Secretaria de Estado de Esportes e Juventude.

Desta forma, o prefeito Zezé Oliveira e sua equipe seguem em busca de parcerias para melhorar a qualidade de vida da população, mantendo o relacionamento com o cidadão caeteense e forte presença política na Cidade Administrativa.

Leia o texto completo

A natação e a colônia japonesa

Publicado em 23/10/2007, aqui

No final do mês de agosto realizou-se na Província de Chiba uma das mais importantes competições internacionais de natação em 2007, o Japan International Swim Meet, na cidade de Narashino. Durante uma das reuniões do comitê organizador que antecederam o evento, o Presidente de Honra da Federação Japonesa de Natação, Hinoshin Furuhashi, convidou a Governadora da Província de Chiba, Akiko Domoto, para assistir à competição. A Governadora Domoto desculpou-se explicando que não poderia se fazer presente pois visitaria o Brasil na mesma época, para as comemorações dos 50 anos da Associação Chiba Kenjin do Brasil (Chiba Kenjinkai). O Sr. Furuhashi então contou à Governadora que já havia visitado o Brasil em 1950, para participar de competições de natação.

Um dia antes da Cerimônia de Comemoração dos 50 anos do Chiba Kenjinkai, marcada para o dia 26 de agosto, a Governadora Domoto visitou o Museu Histórico da Imigração Japonesa, no prédio do Bunkyo – Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa. Um recorte de jornal de 1950 chamou a atenção da Governadora: a vinda de quatro nadadores japoneses ao Brasil, os “Peixes Voadores”, dentre eles, o recordista mundial Hinoshin Furuhashi. A Governadora descobriu que a viagem do Sr. Furuhashi ao Brasil fazia parte de um dos mais importantes acontecimentos da colônia japonesa.

Toda esta história foi destacada pela Governadora Domoto durante seu discurso na Cerimônia de Comemoração dos 50 anos do Chiba Kenjinkai, história esta reforçada pelo discurso, no mesmo evento, do Presidente do Bunkyo, Prof. Kokei Uehara, que contou que a competição na piscina do Pacaembu, da qual participaram os “Peixes Voadores” japoneses, foi um marco para os imigrantes: foi a primeira vez no pós-guerra que, em público, foi hasteada a Hinomaru, bandeira japonesa, e tocado o Kimigayo, hino nacional do Japão, na presença de milhares de nikkeis, dentre eles o próprio Professor Kokei.

A vinda destes nadadores acabou por melhorar a aceitação da colônia japonesa pela sociedade brasileira. A visita dos “Peixes Voadores” foi destaque em meios de comunicação da época e foi uma dica destes japoneses que fez surgir um dos grandes heróis do esporte brasileiro, o nosso saudoso Tetsuo Okamoto, que veio infelizmente a falecer no último dia 2 de outubro. A dica de treinar 10.000 metros por dia fez a diferença e Okamoto sagrou-se como o maior medalhista do Brasil nos primeiros Jogos Pan-Americanos em Buenos Aires (1951) e como primeiro medalhista olímpico da natação brasileira, conquistando um bronze na prova dos 1.500 metros nado livre na Olimpíada de Helsinque (1952). As conquistas de Okamoto encheram de orgulho o povo brasileiro, que agora tinha um motivo maior para aceitar os japoneses e seus descendentes como parte da sociedade. Aproveitando o assunto, um fato curioso da medalha de bronze de Tetsuo Okamoto: o podium dos 1.500m livre foi composto somente por “japoneses”. Medalha de ouro para o nikkei americano Ford Konno, medalha de prata para o japonês Shiro Hashizume e bronze para o brasileiro Tetsuo Okamoto.

O assunto que tomou conta do Chiba Kenjinkai nos dias seguintes trouxe recordações de várias pessoas. Uma destas recordações envolvia meu avô, Itsumu Sampei, que não conheci, pois faleceu quando meu pai ainda tinha seus 12 anos: a Presidente do Departamento de Senhoras (Fujinbu), Sra. Misao Tachibana, me contou que no meio da multidão que foi ao Pacaembu assistir aos nadadores, perdeu-se de seus pais e acabou assistindo a competição ao lado de meu avô (meu avô e o Sr. Someya, pai da Sra. Tachibana, vieram da mesma região de Chiba, a Vila de Sakuma, atual cidade de Kyonan).

Sem saber de toda esta história, sempre me perguntei por que existiam tantos nadadores nikkeis na natação competitiva? Com certeza poucos destes (ou nenhum!) sabia dessa história quando começou a competir, mas talvez aqueles ares da época da visita tenham contagiado os nikkeis, resultando em nadadores nas gerações seguintes… :)

Dentre os nikkeis de destaque na natação, podemos citar Rogério Aoki Romero, o único nadador brasileiro a participar de 5 Jogos Olímpicos, Mayra Kikuchi (ex-recordista sul-americana), Celina Endo (ex-campeã sul-americana) e os destaques atuais, como os nadadores nikkeis do último Pan no Rio, Lucas Salatta, Diogo Yabe, Tatiane Sakemi, Mariana Katsuno e Poliana Okimoto, esta última com chances reais de trazer uma medalha olímpica de Pequim no próximo ano.

Sem todo este destaque, eu fui um destes nikkeis nadadores federados. Nadei competitivamente dos 13 aos 22 anos no extinto Estilo Clube, de São Bernardo do Campo. O Estilo Clube foi um dos principais clubes da natação paulista e revelou grandes nadadores como olímpico Alexandre Massura. O Estilo Clube continua contribuindo com a natação, já que grandes técnicos da atualidade já passaram (como técnicos ou nadadores) por lá: Mirco Cevalles, técnico da equipe brasileira no Pan de Santo Domingo 2003, Fernando Vanzella, técnico da equipe brasileira no Pan do Rio 2007, Arthur Albiero Jr., primeiro brasileiro a ser nomeado técnico principal de uma universidade americana de primeira divisão, dentre outros. O Estilo Clube também era um clube de muitos nadadores nikkeis, como Raquel Takaya (Pan de Mar del Plata 1995), Cristiane Nakama (Pan de Winnipeg 1999) e Raquel Kibune Maizza (Polo Aquático – Pan de Winnipeg 1999), tanto que o clube sempre se destacou no Intercolonial de Natação, sendo campeão em uma de suas edições nos anos 90.

Se já me sentia orgulhoso por ter nadado com tantas pessoas de destaque, hoje me sinto ainda mais por ter escolhido um esporte, mesmo sem saber, que representou um marco para a colônia japonesa. Saudações aquáticas a todos!

Leia o texto completo

Alan Carlos faz avaliação positiva da 2ª Conferência de Esportes

Publicado em 24/04/2013, aqui

Além de Alan Carlos, o prefeito Paulo Piau e Rogério Romero, secretário de Estado Adjunto de Esportes e da Juventude, participaram da abertura da Conferência Municipal de Esportes

O Anfiteatro do Centro Administrativo foi o palco, ontem, da 2ª Conferência Municipal de Esportes. No evento, foram levantadas propostas e ações para diversas modalidades esportivas.
O secretário municipal de Esporte e Lazer, Alan Carlos, fez um balanço positivo do evento. “Foi um dia bastante exaustivo, mas aqui tivemos diversos segmentos do esporte sendo representados, trazendo as suas propostas que foram julgadas e aprovadas. Entendo que a Conferência atingiu os seus objetivos e a partir de agora temos um Conselho Municipal de Esportes que irá nos fiscalizar, discutir o que foi votado e empreender uma dinâmica de participação”, declarou o secretário.
Todas as propostas feitas e debatidas pelos grupos de discussão foram aprovadas pela assembleia. Entre elas destacam-se a ampliação e manutenção dos esportes em suas categorias de base; a viabilização de recursos para a construção de uma arena para jogos promovidos pela Liga Uberabense de Futebol (LUF); aplicação de recursos específicos para o futebol feminino, futebol profissional, para o esporte paralímpico e especializado.
Foram mais de 40 ações propostas, sendo subdivididas em cerca de mais de 150 metas. Cada uma delas tem um prazo para ser concretizada. “Temos um grande desafio pela frente. As pessoas têm que entender que o poder público sozinho não é capaz de atender a todas essas questões. Portanto, nossos pares nos diversos espaços esportivos também terão o compromisso de nos apoiar”, disse Alan Carlos.
O secretário espera que boa parte do que foi proposto seja realizada ainda neste mandato. Alan afirmou que está atento em relação aos programas do governo federal e que já está buscando recursos para a viabilização dessas ações. Ele lamentou apenas a ausência de pessoas que poderiam ter comparecido. “Existe pouco debate e existem atores importantes do esporte em Uberaba que não vieram aqui. Ainda sim estamos abertos para discutir e tê-los como parceiros das ações para o esporte a partir desse ano”, conclui o secretário Alan Carlos.

Leia o texto completo

Foto da semana

392886_4395636017593_1817034109_n

Para você, que reclama da sua semana e do seu treino.

Leia o texto completo

Omaha: parada olímpica obrigatória

Casa cheia, shows, música empolgante, competição acirrada? Pela terceira vez a cidade de Omaha, no estado de Nebraska, servirá de palco para seletiva americana. Vejam as imagens e vídeos para perceber: a organização do Troféu Maria Lenk deu um passo para que a competição fique cada vez mais atrativa.

575931_10151508054749470_2132445607_n

omaha

 

Leia o texto completo

Troféu Maria Lenk: mais gente no topo do ranking

Sabe porque é bom nadar por um clube pequeno e/ou que não tem revezamento? Cielo e Thiago, os nossos medalhistas olímpicos, sabem. O primeiro nadou estritamente o necessário (50m livre e borbo) e nenhum dos dois nadou o último dia nem revezamentos.

Sabe porque é ruim nadar por um clube pequeno e/ou que não tem revezamento? Cielo e Thiago, os nossos medalhistas olímpicos, sabem. O primeiro não teve a torcida grande de seus companheiros de clube que estava acostumado, pode ter sido prejudicado por um problema de comunicação na inscrição dos 100m livre (não foi inscrito) e ambos não tiveram oportunidade de nadar mais rápido nos revezamentos.

piscina

O Parque Aquático Maria Lenk ficou longe de encher. (Facebook)

No último dia de competição, os homens foram o destaque. Os 100m livre mostraram mais um brasileiro afim de incomodar os velocistas do mundo: Marcelo Chierighini, do Pinheiros. Assim como Cielo, Chierighini aprimorou sua velocidade na Universidade de Auburn, nos EUA, e sai do Rio de Janeiro com a segunda marca do ano com seu 48.11. Em segundo, um empate inusitado entre Fernando Ernesto e Nicolas Oliveira, com 48.72. Caso nenhum deles abra mão da segunda vaga para o Mundial, vão ter que disputar daqui a 3 semanas. Independente disso, não perco o revezamento 4x100m livre de Barcelona, pois a prova vai ser boa, com os brasileiros na disputa!

disfarce

Estes quatro estarão em Barcelona: sabe quem são? (Facebook)

Leo de Deus garantiu mais um índice, agora nos 200m costas com 1:57.77, enquanto Joanna Maranhão faturava sua 4a. vitória na competição, com 2:13.42. João Gomes Júnior venceu bem os 50m peito e seu 27.20 é o melhor da temporada.

O Minas acabou confirmando o favoritismo e sagrou-se campeão pela 9a. vez. Os paulistas Pinheiros, Corinthians, Unisanta e SESI-SP foram os demais top 5, mostrando a força da natação naquele estado. Enquanto isso, os representantes da cidade olímpica Rio de Janeiro, tiveram que se contentar com o 7o. e 8o. dos times de futebol Fluminense e Botafogo.

Os melhores índices técnicos foram para as provas não olímpicas com os 50m peito de João Jr e Etiene Medeiros pelo seu 50m costas. Os mais eficientes foram a holandesa do Minas Tênis Clube, Friederike Heemskerk (4a. estrangeira a ganhar os 100m livre nos últimos 8 anos), com 235 pontos e Leonardo de Deus, com quase metade (118), do Corinthians.

Ao final, dos 15 já confirmados para Barcelona (teremos uma chance final no Brasileiro Júnior e Sênior), a proporção entre homens e mulheres (quase 3-1) merece atenção.

minas

A equipe campeã comemorou. (Crédito: Satiro Sodré)

 

 

 

 

 

Leia o texto completo

A piscina mais funda do mundo

Ela está em Bruxelas, na Bélgica, tem mais de 30m de profundidade, temperatura de 30 graus, sem cloro. Serve para treinamentos de mergulhadores, mas também para curiosos em geral (eu já fiquei). Além de tudo isso, os 2,7 milhões de litros d’água servem para filmagens especiais.

Conheça Nemo 33:

 

Leia o texto completo

Troféu Maria Lenk: Minas campeão

Uh! Eu detonei, cadê o Pinheirão?

O Minas Tênis Clube é o virtual campeão 2013 no Campeonato Brasileiro Absoluto. Pinheiros e Corinthians devem completar os 3 melhores times amanhã.

henrique

Henrique Rodrigues: Positivo e operante.

Hoje tivemos mais 4 índices para o Mundial. Os medalhistas olímpicos Cesar Cielo e Thiago Pereira, foram surpreendidos por Nicholas dos Santos (23:05) e Henrique Rodrigues (1:57.37), ambos por 11 centésimos, nos 50m borboleta e nos 200m medley, respectivamente. Com exceção de Cielo, os demais alcançaram índices. Os 4 estão entre os top 5 do mundo destas provas em 2013.

Joanna Maranhão confirmou mais um índice, agora nos 200m medley, com 2:14.29.

Juan-Pereyra-acquires-Mens-800m-freestyle-gold-Day-four-Maria-Lenk-Trophy,-Rio-de-Janeiro-150620

Juan: vitórias difíceis para o fundista argentino radicado em BH.

Juan Pereyra, que deve estar em sua última temporada aos 33 anos, fez sua melhor participação nas várias edições que disputou, vencendo os 400, 800 e 1500m livre, embora tenha visto seu compatriota Martin Naidich ser o maior protagonista, com os recordes sul-americanos nas distâncias maiores.

 

Leia o texto completo

Troféu Maria Lenk: e o destaque de ontem foi um… argentino!

Nadando pela manhã, assim como nos 1.500m livre, o argentino Martin Naidich monopolizou os recordes de fundo na América do Sul. Nadando negativo (a segunda parte mais forte que a primeira), ele bateu o antigo recorde do brasileiro Luis Rogério Arapiraca, com seu 7:57.60.

Por enquanto, são os dois únicos recordes continentais estabelecidos no Maria Lenk.

nadich

Naidich: melhoras grandes para o fundista.

 

Leia o texto completo