Categorias
Assuntos Gerais Curiosidades Memória Natação

De olho no futuro, preservando o passado

Nestes último dias, tive três casos interessantes de como a memória esportiva é importante.

Vou começar pelo caso triste. Num encontro com estudantes de educação física, mencionei que Minas estaria recebendo Sebastian Coe. Desafiando a plateia, perguntei inocentemente se eles sabiam de quem se tratava, aguardando desde as respostas mais simples (foi um corredor), para as mais completas (Lorde, conduziu o comitê organizador Londres 2012, etc). Mas, para minha decepção total, NINGUÉM sabia de nada. Pensei comigo, este é o futuro de professores de educação física e de alguns técnicos, inclusive de atletismo!

ak4vy5piro8j20j1tm0c4o6bk
Joaquim Cruz na histórica vitória em cima do branquelo Seb Coe.

Os outros dois são legais. O primeiro é o Hall da Fama da Natação Brasileira, iniciativa de alguns abnegados da natação (incluindo este que escreve) para homenagear no democrático espaço virtual, aqueles que fizeram história. Esta semana foi a vez do terceiro escolhido: Djan Madruga. Recheado de fotos, vídeos e outras referências, o texto elaborado por Fernando Cunha Magalhães é primoroso nos detalhes e curiosidades deste super atleta.

Nado-Livre-No3-1979-1
Destaque na extinta Nado Livre – tinha esta edição também.

Por fim, ontem tive a grata surpresa de conhecer o novo e inovador espaço do Minas Tênis Clube. O Centro de Memória foi ousado: indexou tudo. Sim, tudo. Quem for minastenista e teve alguma nota, entrevista, está lá. Impressionante. Uma galeria com troféus e outras peças escolhidas a dedo, dando o devido destaque às conquistas mais recentes, sem esquecer do passado também glorioso que deu alicerce para que tudo isso acontecesse.

minas memoria
Vídeo com todos os atletas olímpicos que o clube teve.

Duas iniciativas que merecem ser replicadas.

 

2 respostas em “De olho no futuro, preservando o passado”

Parabéns Piu pelo texto e por dar esse valor a Memória Esportiva !!!! Super bacana o Hall da Fama da natação Brasileira. Só é online??? poderiamos criar um físico. O que acha? Muito bom também saber que o Minas tem um espaço como esse agora!!!! Maravilhoso!!! Parabéns!!!

Valeu Fabiola! Foi discutido a possibilidade de ter um espaço físico, quem sabe num futuro próximo.

Quanto ao Minas, você é o Diogo estão lá com certeza!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.