GOVERNO do ESTADO: LIGABH esteve na CIDADE ADMINISTRATIVA HOJE 22/03 – Confira DETALHES da reunião! (Em 1ª mão)

fbh_LIGABH22032013

Publicado em 27/03/2013, aqui

Conforme prometido, seguem abaixo as informações com maior riqueza de detalhes.

Em breve após todos os tratamentos abaixo junto aos seus respectivos atores, uma assembleia geral da LIGABH será realizada para o repasse das decisões.

Leiam, pensem, divulguem, espalhem e se preparem para a assembleia GERAL.

*************************************

**** 1 – 1º Encontro das LIGAS de Futebol amador do estado de MG – Evento organizado pela LIGABH a se realizar em Belo Horizonte:

Resposta da Secretária de Estado de Esportes e da Juventude:Trazer proposta formal mencionando os custos e a quantidade de participantes para tentar patrocinar o evento com recursos públicos (do governo do estado).

Ações da LIGABH:O projeto já está sendo formalizado e os convidados serão os interessados responsáveis pelas LIGAS de Futebol Amador das cidades do estado de Minas Gerais.

A intensão da LIGABH é contar com o máximo possível de representantes das LIGAS entretanto, tudo dependerá da aprovação do projeto por parte do patrocinador.

A pauta do encontro será conhecer a verdadeira situação do nosso futebol amador mineiro “de cabo a rabo”; apontar o que deve ser melhorado ouvindo as sugestões dos presentes.

O Futebol em MG hoje no que se refere a estrutura se resume a Atlético e Cruzeiro; isto é muito pouco para um estado que trouxe ao mundo Pelé, Tostão, Toninho Cerezo, Eder, Reinaldo, Fred entre outros.

Se o futebol profissional só pensa em ACUMULAR dinheiro, acumular patrimônios, pensemos nós da várzea como reverter esta história, tentando resgatar o posto de 3ª capital do futebol Brasileiro perdido para Porto Alegre desde os anos 80.

Se você é representante de alguma LIGA futebolística de algum município de MG, favor entrar em contato via e-mail: ligabh@hotmail.com – Em breve disponibilizaremos também numero de telefone.

**** 2 – Pagamento da taxa de arbitragem para os campeonatos da 1ª Divisão SFAC (A SERIE C do futebol amador de BH);

Resposta da Secretária de Estado de Esportes e da Juventude:Esta questão deve ser tratada junto a ASFAMIG que é presidida pelo atual presidente da FMF. A verba de 1 milhão de reais pode sim contemplar este custo entretanto, deve ser tratado pelo presidente da ASFAMIG.

Ações da LIGABH:A LIGABH estrará em contato com a diretoria da ASFAMIG para tentar viabilizar o custo de pagamento da taxa de arbitragem da 1ª Divisão do SFAC.

Por outro lado a LIGABH salienta que o pedido se aprovado deve ser bem avaliado para evitarmos consequências infelizes.

MOTIVO: Hoje o futebol amador de BH não conta com uma “4ª Divisão” ou “SERIE D” e todos temem que com a confirmação do pagamento das taxas de arbitragens para a 1ª Divisão possa gerar uma explosão de times interessados na disputa o que para os padrões atuais, com a estrutura atual é quase impossível de se absorver/administrar.

O ideal é o custeio da taxa de arbitragem para 48 equipes assim como ocorrem com os MODULOS 1 e 2 Especiais (Series A e B da várzea).

Entretanto como citado acima este assunto é extremamente delicado e deve ser amplamente discutido.

**** 3 – Ajuda de custo/VERBAS para o transporte para as equipes que disputarão a Copa Kaiser BH 2013;

Resposta da Secretária de Estado de Esportes e da Juventude:Se prontificou a verificar junto a iniciativa privada (principalmente junto a empresas envolvidas nos patrocínios da Copa das Confederações FIFA e da Copa do Mundo FIFA).

Ações da LIGABH:A LIGABH desde já faz o levantamento dos valores a serem repassados. O projeto abrange todos os jogos, todas as equipes, desde a abertura até o jogo final.

Não sendo possível a ajuda de 100% com o transporte por jogo, estuda-se o pagamento de uma parte do custo que hoje gira em torno de 200 a 300 reais dependendo dos confrontos e localidades.

**** 4 – Ajuda de custo/VERBAS para o campeão da Copa Kaiser BH 2013 (5ª Edição) – Representante de MINAS na Copa Kaiser BRASIL que será disputada em Dezembro;

Resposta da Secretária de Estado de Esportes e da Juventude:Mesma resposta do ponto 3.

Ações da LIGABH:Não sendo possível a ajuda por parte das empresas privadas conforme informado no “item 3”, a LIGABH procurará a Prefeitura de BH uma vez que, a equipe que representará MINAS é oriunda do município de Belo Horizonte.

A ajuda de custo abrange a aquisição de kits personalizados completos para a viagem e estadia (bolsas, trajes esportivos, uniformes de jogo e etc.) durante a disputa da edição nacional até o envio de membros da associação para o trabalho de apoio logístico junto a delegação.

É importante deixar claro que tanto o governo do estado quanto PBH sempre apoiam outros segmentos esportivos em eventos fora do estado; isto posto, cremos que o nosso pleito é mais do que justo, pois a Copa Kaiser Brasil é o único torneio onde uma equipe de futebol amador ADULTA de MINAS representa de forma oficial o nosso futebol de várzea fora do ESTADO.

**** 5 – Situação referente aos campos de várzea pertencentes ao GOVERNO DO ESTADO;

Resposta da Secretária de Estado de Esportes e da Juventude:O nobre secretário adjunto solicitou que procurássemos os órgãos SEPLAG (Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão de Minas Gerais) ou SEGOV (Secretaria de Estado de Governo de Minas Gerais – SEGOV).

Ações da LIGABH:A LIGABH já formaliza as petições a serem entregues a estes departamentos, pois a nossa intensão é saber detalhe por detalhe, na minucia, as situações de todos os campos localizados em BH.

Existem aproximadamente 200 campos de várzea em BH; segundo a PBH 84 pertencem ao município restando 116 campos. A LIGABH quer saber quais destes 116 campos pertencem ao GOVERNO DO ESTADO e/ou iniciativa privada.

Apenas para que todos tenham ideia, hoje não existe um controle rígido formal quanto a situação dos campos de várzea em BH pertencentes ao governo e nem a PBH.

CURIOSIDADE: Até o complexo do Mineirinho (Ao lado do Mineirão) não possui escritura formal dando posse ao governo do estado e nem a PBH.

A LIGABH continuará verificando a questão e desde já propõem uma frente de trabalho junto ao GOVERNO e a PBH para a realização deste levantamento de forma precisa, eficaz e oficial visando prestarmos contas a sociedade que tanto nos questiona.

Existem muitos dirigentes que não sabem a real situação do “seu campo”. Por muitas vezes estes dirigentes cedem a pressões de pessoas inescrupulosas que utilizam de má fé tentando tirar proveito da falta de estrutura do nosso futebol amador.

Existem clubes que administram praças de esportes em BH há mais de 80 anos, sem um centavo da inciativa publica, portanto estes merecem serem tratados com maior carinho, respeito e profissionalismo no que se diz respeito a informações de interesse publico.

**** 6 – Situação da ASFAMIG junto ao governo de Minas.

Resposta da Secretária de Estado de Esportes e da Juventude:O Secretário adjunto nos orientou a procurar a direção da ASFAMIG que hoje é presidida pelo atual presidente da FMF.

Ações da LIGABH:A LIGABH solicitará esta reunião para tratar assuntos referentes por exemplo ao pagamento das taxas de arbitragens de 2014 visando que o campeonato deste ano, não sofra atrasos.

O que estiver ao nosso alcance, faremos para atuarmos juntos visando a profissionalização da administração do futebol mineiro.

Nunca se esqueçam: “O futebol é amador, mas a organização pode ser profissional!”

Tags:  

Leave a reply

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>