Coordenação de Turismo participa de curso sobre legados de eventos esportivos

Publicado em 09/07/2013, aqui

O legado de grandes eventos esportivos para os municípios foi o tema de um curso promovido pela Secretaria de Estado de Esporte e Juventude em parceria com o Sebrae Minas, realizado em Belo Horizonte. O curso foi ministrado por representantes da Griffith University, Christopher Auld e Kristine Toohey. A instituição australiana é considerada referência no estudo de impactos de grandes eventos como Olimpíadas de Sydney e Londres. A série de palestras e debates foi gratuita e direcionada aos colaboradores de órgãos do setor público e privado do esporte, instituições governamentais e de ensino. A carga horária foi de 20 horas com entrega de certificado para os participantes.

Segundo a coordenadora de Turismo da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo de Uberlândia, Tatiana Flores, os Jogos Olímpicos no Brasil devem ser fator motivador para a inspiração de novas gerações. “O curso alertou sobre a necessidade de oportunizar os grandes eventos que serão realizados no Brasil para o desenvolvimento e fortalecimento do esporte. Além disso, é enriquecedor conhecer a realidade de outros projetos”, afirma Tatiana Flores, que participou da qualificação.

Para o secretário de Estado Adjunto de Esportes e da Juventude, Rogério Romero, o objetivo é mostrar como deve ser a atuação dos envolvidos e interessados na promoção de qualquer acontecimento esportivo no Estado, alertando-os sobre a oportunidade e a necessidade de se planejar para obtenção de resultados positivos. “Estabelecer foco, acompanhar cada fase do processo e, ao final, avaliar os pontos alcançados e os desafios, de forma contínua, para execução dos eventos. A nossa expectativa é que os participantes multipliquem os ensinamentos sobre aspectos de legados econômicos, sociais, culturais, dentre outros.”

O professor de gestão de desporto da Griffith University, Christopher Auld, com reputação nas áreas de voluntariado no esporte, governança e impactos de eventos esportivos, ressaltou que pretende retomar ao Brasil, no próximo ano, para presenciar o andamento dos projetos. “Percebi que os mineiros são apaixonados por esportes e acredito que essa paixão unida ao planejamento gerará bons resultados”.

Para Kristine Toohey, também professora de gestão de desporto da Griffith e reconhecida internacionalmente como pesquisadora sobre os jogos olímpicos, o curso foi uma troca de experiências. “Esperamos que os participantes mantenham contato conosco para que possamos acompanhar o progresso dos projetos. O nosso objetivo era fazer a diferença, pois é dessa forma que construímos um legado”, concluiu.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.




Arquivos

Categorias