Fabíola Molina – A empresária cosmopolita

A sorridente Fabíola tentará beijar mais medalhas em Guadalajara

E poderia ter colocado mais um tanto de atribuições para a paulista Fabíola Pulga Molina: esposa, atriz, religiosa, comentarista, mas uma delas é ser uma excelente nadadora.

Fabíola nadou e estudou na Universidade do Tennessee, bem como em diversos clubes e países do mundo inteiro! Com isso, aproveitou para disseminar sua coleção de natação e praia.

Na seleção panamericana desde Havana/1991 (furou Santo Domingo/2003), a versátil nadadora tentará elevar sua coleção de 5 medalhas.

Aliás, medalha e recordes é o que não falta em sua longeva carreira. Na sua página, a conta parou nas 1005! Para chegar a números surpreendentes como: 45 vezes campeã brasileira (será que já está contando as últimas conquistas em BH?), 49 medalhas em 39 participações no circuito de Copas do Mundo, 11 Mundiais, Fabíola sempre se reinventa. Daí agora estar novamente na Flórida (treinamos e moramos juntos em Coral Springs para Sydney/2000), sob a supervisão do ex-nadador Gustavo Calado.

O agora técnico é um especialista em uma ferramenta interessante de análise do nado e ficou conhecido no mundo aquático quando sua Virgina Tech foi atacada por um maluco, enquanto estudava e treinava naquela Universidade.

Mas o ano de 2011, que prometia com a ida ao Minas Tênis Clube, acabou sendo comprometido com a punição de dois meses pelo uso indevido de Metilhexanamina, substância que é encontrada em suplementos. Em sua defesa, falou que ganhou algumas amostras de um novo suplemento e a consequência deste descuido foi perder a vaga olímpica e seu décimo segundo Mundial! Que sirva de lição para os mais novos…

No meu próximo blog, neste fim de semana, mais sobre este assunto: DOPING, O LEGADO PARA RIO 2016?


Este texto foi originalmente publicado no site do iG (colunistas.ig.com.br/rogerioromero

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.




Arquivos

Categorias