Rapidinhas!

  • E Rodrigo Castro já estava de pé depois da cirurgia de apendicite! Isto que é recuperação rápida. Foi lá comemorar o título do Minas;
  • O novo bloco de partida, alvo de críticas de alguns atletas, é um genérico dos importados. Em preparação para as olimpíadas do Rio 2016, será que o país que consegue pegar petróleo no fundo do mar, não dá conta de fazer algo melhor?
  • Será que é necessário tantos dias assim de competição? Uma embrionária associação de atletas começa a se perguntar…
  • O casal Fabíola Molina e Diogo Yabe (este eu tenho certeza) procuram um novo local para treinar com vistas ao Pan. Flórida é sempre uma opção.
  • Quem viu o Minas dois meses atrás, em crise após mandar embora seu técnico principal, não imaginava que demoraria tanto para encontrar um substituto. Pois o final do ciclo olímpico já começou e achar um técnico estrangeiro (é a intenção) que dê conta de time grande com a cultura brasileira, não é tarefa fácil.

Fabíola e Diogo, em um descontráido churrasco


Este texto foi originalmente publicado no site do iG (colunistas.ig.com.br/rogerioromero

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.




Arquivos

Categorias